Primeiro aniversário da Academia Cajazeirense de Artes e Letras será comemorado de forma virtual neste domingo

Por Fonte83 - 23/05/2020

O primeiro ano de instalação e criação da Academia Cajazeirense de Artes e Letras (Acal), que acontece neste domingo (24), será comemorado de forma diferente. A diretoria da entidade havia programado uma série de eventos, com lançamentos de livros e do primeiro número da Revista da Acal, mas em virtude da isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em função da pandemia do novo Coronavírus, haverá apenas uma reunião online, via aplicativo zoom, neste domingo, a partir das 17h, com todos os membros da Academia.

Segundo o presidente da Acal, Francisco Sales Cartaxo Rolim, a festa está prevista no estatuto da entidade, com a presença dos sócios efetivos da entidade. “A pandemia do Coronavírus, no entanto, impôs suas condições. Impossível nos reunirmos em sessão solene. O mundo inteiro sofre as agruras causadas pelo poderoso invisível que nos tranca em casa”, explicou.

Frassales, como é mais conhecido o presidente da Acal, informou que é difícil marcar uma nova data, já que o vírus continua se espalhando pelo mundo.

“Diante de tanta incerteza, adiamos a festa da Acal. Confinados, faremos um encontro virtual, usando recursos tecnológicos da comunicação à distância, reuniremos confrades e confreiras. O sonho comemorativo, com expansivos abraços e beijos e muita alegria, fica transferido para quando houver proteção à saúde de todos. Aí, sim, teremos o lançamento da Revista da Acal, de livros de imortais e colaboradores e intensa programação cultural e artística”, acrescentou.

A Revista da Acal, que seria lançada neste dia 24, reúne artigos, ensaios, crônicas, poemas, discursos e fotografias dos imortais da Academia, em cerca de 300 páginas que contam, ainda, com documentos da entidade e textos de colaboradores que não são membros da entidade, como professores, poetas, escritores, entre outros. A revista já está pronta e editada, com capa feita, faltando apenas a impressão, adiada em função da crise do Coronavírus.

O evento da Acal teria, também, lançamentos de livros de imortais da entidade. Entre eles, “Maria Bonita: entre o punhal e o afeto”, da escritora e historiadora Nadja Claudino, e “Portal da Memória: um passeio pelo passado de Cajazeiras”, do professor Francelino Soares de Souza. Além destes, estavam programados relançamentos de obras dos imortais publicadas ano passado e lançamentos de livros de outros autores e de membros da Academia Paraibana de Letras.

Instalada em 24 de maio de 2019, a Acal conta com os seguintes membros: Sebastião Moreira Duarte, Aguinaldo Rolim, Irismar Gomes, Chagas Amaro, Alexandre Costa, Francisco Sales Cartaxo Rolim, Irismar Di Lyra, Antônio Bandeira, Constantino Cartaxo, Rui Leitão, Francelino Soares, Naldinho Braga, Lenilson Oliveira, Paulo Andriola, Ubiratan di Assis, Christiano Moura, José Caitano, Nadja Claudino, Gutemberg Cardoso, Eliezer Rolim, Lúcio Vilar, Saulo Pires Ferreira, Guilherme Sargentelli, José Rigonaldo, Gilson Souto Maior, Josival Pereira, José Antônio de Albuquerque, Padre Francivaldo, Rafael Holanda, Carlos Gildemar Pontes, Reudesman Lopes, Abdiel de Souza Rolim, Ely Janoville Santana Sobra, Edna Marlowa, Bosco Maciel, Mariana Moreira, Helder Moura e Linaldo Guedes.