Prego batido, ponta a virar

Prego batido, ponta a virar. Pelas informações que eu tenho, em Cajazeiras Jeová Campos só fica no grupo do ex-prefeito Carlos Antônio se o candidato a prefeito for o também deputado Júnior Araújo e o irmão dele, Marquinhos Campos, que é muito mais político que o próprio Jeová. O bicho é tão sabido que já aprendeu a usar a velha e manjada artimanha de dizer que não quer de jeito nenhum. Eu aprendi cedo que quando o político diz não querer, é porque ele é o que mais está querendo. Como alguém que conhece a política de Cajazeiras, eu posso dizer: o grupo fica só com um, ao invés de dois. Eu digo sem medo de errar, e sou capaz de rachar o instituto que o prefeito escolher, qualquer pesquisa que fizer vai mostrar que a ex-prefeita Doutora Denise seria eleita sem muitas complicações. A saudade de mainha é grande. Enquanto o que tem voto de verdade, que é Doutor Carlos, não entender que o que Júnior quer é ser o comandante de um grupo que ele mal participou, pois só chegou a Cajazeiras em 2017 para ser o candidato a prefeito, essa ponta não vai ser virada. Minha memória: Talvez Júnior Araújo não se lembre que ele já traiu covardemente esse grupo nas eleições de 2008 quando, covardemente, votou em Léo Abreu e foi seu secretário.

Por Fonte83 - 23/11/2019
Clique aqui e escute a notícia