Conversas vazadas mostram colaboração entre Moro e Dallagnol na Lava Jato

Por Fonte83 - 10/06/2019
Clique aqui e escute a notícia

O portal de notícias The Intercept Brasil divulgou, na noite deste domingo (9), uma série de reportagens que revelam mensagens privadas e comportamentos adotados pela força-tarefa da Operação Lava Jato. Apesar de cobrir uma ampla extensão da força-tarefa da operação em Curitiba, o foco das matérias – produzidas a partir de um arquivo que inclui mensagens privadas, áudios e vídeos enviados, conforme o Intercept, por uma fonte anônima – reside no suposto relacionamento antiético existente entre o ministro Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol.

Segundo as conversas, que foram realizadas entre o então juiz e o procurador ao longo de dois anos, Moro agiu ativamente para orientar a força-tarefa e ajudou a montar a acusação que culminou na prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As matérias destacam, ainda, que os procuradores da operação “rezavam” para que o PT não voltasse à presidência nas eleições de 2018 e agiram para impedir a entrevista de Lula à jornalista da Folha de S. Paulo, Mônica Bergamo, em setembro de 2018.

Em nota divulgada ao site O Antagonista após a divulgação das matérias, Moro afirmou que “não se vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado”. Por sua vez, a Força-Tarefa da Lava-Jato declarou, em nota, que os “procuradores mostram tranquilidade quanto à legitimidade da atuação”.