Por favor, não desmoralizem o Kantar Ibope – Por Fabiano Gomes

Por Fabiano Gomes - 23/05/2024

Ontem (22), foi divulgada a audiência medida pelo Ibope-Kantar dos programas de rádio de João Pessoa. No caso dos programas “jornalísticos”, isto é, que tratam quase que exclusivamente de política, algumas rádios tem o que comemorar, como a Arapuan, outras tem o muito o que reavaliar, como a Correio.

Como as emissoras que perderam não vão admitir que perderam, principalmente para os anunciantes, o que se viu por todo o dia ontem foram sessões de tortura onde os torturados foram os índices. Que me desculpem os companheiros de profissão, mas o que se faz hoje para encobrir fracassos dos índices de audiência, termina desmoralizando o único órgão regulador de audiência do Brasil, que é o Ibope-Kantar.

É um que tenta dizer que ganha em tal dia, outro que fala na classe de ouvinte, outro diz, sem citar os números da última pesquisa, que foi empate “técnico”. Vamos acabar com essa choradeira, minha gente.

É preciso usar critérios objetivos, que revelem a verdade da audiência dos programas. Vamos lá: Primeiro, a aferição dos números e a análise tem que ser feita no horário completo de cada programa. Se é de 6h às 8h, não tem essa de dizer que foi líder meia hora ou uma hora. O que vale é o horário completo da duração do programa completo.

Ou seja: A média do horário completo, no caso aqui de João Pessoa, a aferição e a contabilidade dos números devem ser assim:

Das 05h às 06;

Das 06h às 8h

Das 12 às 14h

Das 17 às 19h

Fora disso, é uma tentativa de enganar ouvintes e anunciantes. Sendo assim, os primeiros de fato em João Pessoa são:

5h às 6h – Arapuan FM

6h às 8h – Arapuan FM

12h às 14h – Arapuan FM

17h às 19h – Correio FM

O resto é choro de mau perdedor.