Os guias passaram em branco; por Fabiano Gomes

Por Fonte83 - 20/11/2020

Na dúvida entre quem é o mais Bolsonarista dos candidatos a prefeito de João Pessoa, o primeiro guia mostrou uma completa desconexão do calendário e da conjuntura. Em pleno Dia da Consciência Negra nenhum dos dois fez qualquer menção ao tema, muito menos pautou a questão racial, mesmo diante do fato de um negro ter sido morto por espancamento em um supermercado da rede Carrefour em Porto Alegre.

Fora isso o guia não mostrou nada de inusitado ou diferencial. Enquanto Cícero tenta mostrar que foi o maior prefeito de João Pessoa, Nilvan apresenta sua relação com os mais pobres como o que lhe qualifica para a missão de administrar a cidade.

Uma coisa é certa, no quesito Direitos Humanos e atenção a conjuntura os dois se equipararam. Mostraram uma total falta de planejamento e sensibilidade. Seguiram a cartilha de Bolsonaro de total indiferença com questões raciais e discriminatórias.

ESQUECIMENTO OU VERGONHA

Outra ausência notada nos guias foram as novas adesões das candidaturas. Cícero e Nilvan passaram batidos e deixaram seus novos aliados no limbo. Talvez por nenhum dos dois terem conseguido o apoio dos candidatos que foram bem votados no primeiro turno, ou pelo desvio no GPS de Nilvan, que foi buscar apoios em Campina Grande.