O fim do magro auxílio versus o início dos gordos salários dos vereadores

Por Fonte83 - 30/12/2020

O povo paraibano assistiu hoje o escárnio dos vereadores de João Pessoa, e não foi de camarote. Coincidência, ou não, no mesmo dia em que o Governo Federal paga a última parcela do auxílio emergencial para brasileiros que se viram zerados financeiramente durante a pandemia, os parlamentares da capital aprovam não apenas o aumento dos próprios salários, como implantaram o pagamento de 13°.

Enquanto muitos chefes de famílias estão neste momento sem nenhum motivo para comemorar o ano novo, porque não sabem como serão os próximos meses de desemprego e sem o magro valor do auxílio emergencial, os parlamentares certamente estão comemorando essa hora com um gordo almoço regado a muita bebida cara.

O assunto sobre o reajuste salarial dos parlamentares já estava até esquecido depois que a justiça barrou o feito. E foi com esse esquecimento que eles contaram. No último dia de sessão do ano e dessa legislatura, no apagar das luzes, eles foram lá e aprovaram o inchaço dos próprios bolsos.

Caladinhos, escondidinhos, acharam que a votação ia passar despercebida, mas não passou porque os profissionais de imprensa não dormem nunca. Para nós não há feriados e nem dia santo.

Fique atento
Exercer o direito de cidadão não é apenas depositar nosso voto a cada dois anos na urna. Somos fiscalizadores do mandato das pessoas que elegemos. Acompanhar o trabalho dos parlamentares está muito mais fácil com as redes sociais.

Daqui a quatro anos tem mais
Se ficarmos atentos a esses despropósitos como o que vimos hoje será mais fácil promover mudanças no próximo mandato. O brasileiro acha que não tem poder, mas tem. É preciso voltarmos a acreditar nisso.