MPF pede continuidade de vacinação após pedido de suspenção feita por deputada anti-vacina

Por Fonte83 - 19/01/2022

O Ministério Público Federal (MPF-PB) encaminhou ofício a Agência Nacional de Vigilância Sanitária e ao Ministério da Saúde contestando o pedido de suspenção da vacinação infantil  contra Covid-19 em crianças no país feita pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP).

O que motivou o pedido da deputada bolsonarista  foi um erro que  levou à imunização do público com menos de 11 anos com vacinas que eram destinadas a adolescentes e adultos   ocorrida em Lucena, Região Metropolitana de João Pessoa.

Para o MPF-PB, a interrupção na vacinação “não se revela razoável, nem necessária, haja vista que a vacina contra o patógeno pandêmico destinado à essa faixa etária é segura, conforme decisão fundamentada proferida por essa agência reguladora”.