Gilmar Mendes autoriza retirada de tornozeleira eletrônica de Ricardo Coutinho

Por Fonte83 - 05/08/2020

Foi autorizada, nesta quarta-feira (5), pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), a retirada da tornozeleira eletrônica colocada no ex-governador Ricardo Coutinho (PSB). 

A determinação é válida até que seja julgado o mérito de um habeas corpus em nome de Ricardo. A alegação da defesa do ex-governador é de que a tornozeleira vem apresentando diversos problemas técnicos, o que faz necessário que Ricardo leve o equipamento para manutenção, o expondo ao risco de contaminação pelo novo Coronavírus.

Ricardo está com a tornozeleira eletrônica desde fevereiro, como medida auxiliar após ele deixar a prisão, por determinação do desembargador Ricardo Vital, do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB). Ricardo é investigado na Operação Calvário, que desmanchou uma suposta organização criminosa suspeita de desvio de recursos públicos no Governo do Estado entre os anos de 2011 e 2018, época em que Ricardo Coutinho foi governador.