Fake: Tia de Marielle Franco denuncia complô contra Bolsonaro

Por Fonte83 - 04/11/2019
Clique aqui e escute a notícia

Em vídeo que corre pelas redes sociais, a suposta tia de Marielle Franco resolveu fazer denúncias em relação ao caso do assassinato da vereadora. Ela disse que o ex-deputado Domingos Brazão pagou R$ 500 mil pelo crime e que o governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel, e a Rede Globo estão tentando culpar o presidente Jair Bolsonaro.

No vídeo, uma mulher faz as seguintes colocações: 1) Brazão teria pago R$ 500 mil pelo assassinato de Marielle. 2) Quem colocou Brazão no TCE foi o DEM, o PT e o PSOL. 3) Marielle era uma “concorrente” de Brazão. 4) DEM e Rodrigo Maia vão apoiar Marcelo Freixo. 5) Fizeram um “armação” para enfraquecer Bolsonaro. 6) A Globo caiu numa armadilha e tentou proteger o Brazão e, por isso, pode perder a outorga em 2022.

As informações do vídeo são falsas. Do que se sabe sobre a tia de Marielle, ela mora na Paraíba e não é a mulher que aparece no vídeo. Além disso, o PSOL apoiou o opositor de Brazão na disputa ao TCE, Ist Nicolaevski. Por fim, Rodrigo Maia já adiantou que o DEM terá candidatura própria à prefeitura do Rio.