Eu nunca deixei de assumir a genialidade para ganhar dinheiro do publicitário Ruy Dantas. Dinheiro e licitação. Só que nessa última, da Assembleia da Paraíba, a sabedoria de Ruy…

Por Fonte83 - 04/09/2019
Clique aqui e escute a notícia

… entrou pela perna do pato e saiu pela perna do pinto.

Em uma das etapas da licitação, a concorrente tem que informar as empresas que atende como agência de comunicação. As empresas que o publicitário apresentou no certame que foram: Fibra, Eletrobras, BB Turismo, Digna, Ministério Público do Trabalho da Paraíba, Ministério Público de Roraima e Sebrae Alagoas.

Dessas citadas acima, ele esqueceu de combinar com o outro lado – que eram clientes dele e ele informou – e, pior, não tendo CNJP em Brasília, disse que tinha filial lá.

Ou seja, falsificou documentos para ganhar a licitação. O queridinho da Justiça errou feio.

Falsidade é crime e gera proibição de contratação com o poder público por 5 anos.