Banco pagará R$ 18 mil a cliente após renovar empréstimo sem autorização

Por Fonte83 - 13/02/2020

O Banco Itaú Unibanco foi condenado a devolver R$ 13.001,44 e pagar R$ 5 mil de indenização a um cliente que teve cobrado indevidamente por renovação unilateral de contrato de empréstimo, com a realização de descontos no contracheque do correntista. A condenação foi determinada pela Quarta Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba. Cabe recurso da decisão.

De acordo com o processo, o correntista realizou e liquidou empréstimo bancário junto ao banco em novembro de 2014, em empréstimo que teve 46 parcelas de R$ 282,64, o que totalizou um valor de R$ 13.001,44.

Entretanto, após a sua liquidação e sem anuência do autor, houve uma renovação automática do empréstimo de forma unilateral pelo banco em fevereiro de 2015, havendo, assim, uma cobrança indevida de parcelas no contracheque do cliente.