Não saia de casa sem ler o nosso resumo nacional

Por Fonte83 - 11/02/2019
Clique aqui e escute a notícia

A perícia preliminar do incêndio no Flamengo. Os efeitos da tragédia em Brumadinho. Os protestos na Espanha. E outras coisas mais.

A perícia policial

A análise preliminar da perícia que investiga as causas do incêndio no alojamento do Flamengo, ocorrido na última sexta-feira, constatou que o fogo começou por conta de um curto-circuito no ar condicionado. O fogo provocou a morte de dez jogadores da categoria de base do clube e deixou outros três atletas feridos. / O Globo

A nota oficial

A propagação do fogo no contêiner que servia de alojamento foi muito rápida, segundo testemunhas, o que levantou dúvidas sobre a qualidade do material utilizado nas instalações. Ontem, o Flamengo divulgou nota em que afirma que a espuma utilizada no local não favorecia propagação de chamas. / Estadão

A cultura da prevenção

O incêndio no clube carioca é mais um na lista de tragédias graves que, ao que tudo indica, pode ter sido causado por negligência dos responsáveis pela manutenção do local. Este texto discute a cultura de prevenção no país. / Nexo

As buscas em Brumadinho

Hoje o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho completa 17 dias. Ontem, a Defesa Civil de Minas Gerais informou que são 165 mortos na tragédia. Dessas, 156 vítimas foram identificadas e há ainda 160 pessoas desaparecidas. As buscas por corpos ainda continuam, mas as autoridades admitem que pode não ser possível encontrar todas as vítimas. / Folha

A ‘morte’ do rio

Análises da qualidade da água do rio Paraopeba, atingido pelos rejeitos que vazaram da barragem da Vale, constataram que o rio está “morto”. A morte de um rio traz consequências graves para os habitantes de seu entorno. Este texto explica as causas desse fenômeno e porque há tantos exemplos no país. / Nexo

O atendimento às vítimas

Além dos danos à saúde física, a tragédia de Brumadinho tem impacto na saúde mental das vítimas. Foram 3.485 pessoas atingidas diretamente pelo desastre, segundo a Fiocruz, e que devem receber atendimento em várias frentes por um período prolongado. / Nexo

Os protestos na Espanha

Milhares de pessoas foram às ruas em Madri ontem para protestar contra o premiê Pedro Sánchez. Os manifestantes são contrários à política do governo socialista do primeiro-ministro, que apresentou uma proposta para lidar com o desejo separatista da Catalunha. / O Globo

O apoio a Guaidó

Coronel do Exército da Venezuela, Rubén Alberto Paz Jimenez manifestou ontem apoio a Juan Gauidó, autodeclarado presidente interino do país. O oficial disse que as Forças Armadas, usadas como sustentação do governo, estão insatisfeitas e estimulou militares a permitir a entrada de comida e remédio, barrados na fronteira por ordem de Nicolás Maduro. / Estadão

O pedido do presidente

Em vídeo divulgado ontem, Jair Bolsonaro cobrou a resolução da investigação do atentado a faca que sofreu na campanha eleitoral. As imagens foram gravadas do hospital Albert Einstein, onde o presidente está internado há 16 dias para se recuperar da terceira cirurgia feita em decorrência da facada. Para a Polícia Federal, o agressor, que está preso, agiu sozinho. / Folha

As mudanças no Congresso

Da eleição de outubro de 2018 até a primeira semana da legislatura em 2019, parlamentares se licenciaram ou mudaram de partido, alterando o tamanho de bancadas na Câmara e no Senado. / Nexo

A renovação, de fato, da política

“A efetividade do meu mandato será proporcional à minha capacidade de dialogar com os cidadãos, e esse diálogo precisa começar desde já.” Leia na coluna de estreia da deputada federal Tabata Amaral. / Nexo

Os acertos do pacote anticrimes

“É necessário observar a proposição com o olhar de quem se preocupa em enxergar a floresta, e não apenas uma das árvores.” Leia mais no ensaio de Roberto Livianu, promotor de Justiça e presidente do Instituto Não Aceito Corrupção. / Nexo

Quem são os mestres

Este gráfico mostra de onde vêm os “grandes mestres” do xadrez no mundo. O título é o mais alto concedido pela Federação Internacional da categoria. / Nexo

A arquitetura modernista

O USModernist disponibiliza 6.000 revistas e 2,5 milhões de páginas digitalizadas sobre arquitetura modernista. O projeto foi criado para combater a escassez de fontes sobre o assunto na internet. / Nexo