Brasil não investe 70% dos recursos para pesquisas em estudos sobre gênero

Por Uol - 03/05/2019
Clique aqui e escute a notícia

Uma mensagem que circula pela internet acusa falta de pluralidade nos investimentos em pesquisa no Brasil. Segundo o texto, que viralizou no Facebook na última semana, o país aloca cerca de 70% dos recursos em pesquisas sobre “gênero”.

“O novo ministro da Educação, Abraham Weintraub, é crítico do domínio ideológico nas universidades, e não sem razão. Estudo coordenado por Marcelo Hermes, cientista de renome internacional, indica que o ‘pensamento único’ fez regredir a pesquisa no país. Cerca de 70% dos recursos bancam apenas pesquisas de gênero em ciências sociais”, afirma a corrente.

A pesquisa citada não existe. A informação é falsa.